Ritmo:

Cana Verde

CANA VERDE (ou Caninha-Verde). Dança cantada originária da Espanha, de onde alcançou Portugal e depois chegou ao Brasil. Desenvolveu-se no centro e no sul do país. A coreografia é formada com duas rodas, uma de homens, outra de mulheres, que cantam e dançam em sentido contrário e, sem se tocarem, trocam de lugar, formando novos pares. Às vezes ocorre uma pequena representação com trechos em prosa. O instrumento utilizado é a viola, acompanhada por um pandeiro. Pode integrar os bailes do fandango. Nos fandangos do Estado de São Paulo – em Ubatuba e no Sertão do Puruba, é tratado como uma miudeza, porém no Vale do Paraíba é um ritmo a parte. A Caninha-Verde portuguesa é dançada na região do Minho, tem coreografia e música diversas. No Brasil, segundo especialistas, muda de forma e de passos, de acordo com a região. A Biblioteca de Ritmos registrou o ritmo tocado no Vale do Paraíba, com uma viola e um pandeiro.

Dados sobre Cana Verde

Os comentários estão encerrados.