São Gonçalo

A festa de São Gonçalo nunca é feita a esmo, por prazer ou por diversão. É festa sagrada, feita para se pagar dívida com o santo. Dançam por mais de quatro horas, sem parar, os participantes da dança/ ritual. Dizem que a puxada é forte e o auxílio da “pinga”, que acontece normalmente nos bailados mais descompromissados, é terminantemente proibida. Assim como abandonar a dança no meio.

Nesse vídeo temos Mestre Benedito Fernandes e sua viola, demonstrando o toque de São Gonçalo.

Ritmo: Instrumentos: Cidades: , Pessoas:

3 respostas a São Gonçalo

  1. Claudia Angelica Pires Yoshiwara disse:

    As festas de São Gonçalo estiveram sempre presentes em minha vida, todos os anos eram realizadas no nosso quintal (na verdade, chamávamos o nosso quintal, a parte plana, de terra batida, de “terreiro”).Então, no nosso terreiro, e no da casa das minhas tia-avós, todos os anos se realizavam estas festas; o Santo, São Gonçalo, trazido de Portugal pelo meu bisavô até hoje, está lá no oratório da minha avó,coberto de fitinhas; cada fita, uma festa, cada festa, um pagamento de promessas, regados á comidas e bebidas deliciosas.Festa feliz, todos se envolviam; a parte das crianças era confeccionar as flores de Papel Crepom pra enfeitar o terreiro.Se saudade nesse momento tivesse cheiro, seria o de minha amada avó com uma bacia dágua molhando o terreiro com as mãos, cheiro de terra molhada!Saudades do Seu Quirino, o violeiro que puxava a festa junto com a cantoria linda, fina, dos meus tios.Fico feliz de saber que ainda se preserva esta cultura, quero mostrar isso, de pertinho, pros meus filhos!E viva São Gonçalo, a Festa, a Alegria, a Dança!Salve todos os violeiros.Isso, de verdade, me emociona!

  2. Silvio Antonio de Oliveira disse:

    Seu Dito Fernandes, é um dos maiores mestres do Litoral Norte e Vale do Paraíba. Ele detém conhecimentos sobre várias manifestações; entre ela, o Moçambique (Lá em Ubatuba, eles chamam de Congada de bastões) O grupo dele tem grande qualidade musical. com vários instrumentos de cordas, que fazem uma bela armonia. Eu como mestre de Moçambique e congada, o admiro demais!

Deixe um comentário, participe!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*